Colégio Objetivo Júnior

Acesso Restrito Pais e Alunos

Buscar

HTML tutorial

Destaques

O lado “b” da lição de casa

10 Flares Twitter 3 Facebook 7 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Email -- Filament.io 10 Flares ×

Pais e educadores precisam ficar atentos para que o dever de casa não se torne um problema

Foto: Claudia Marianno

 

“O grande problema é que a lição de casa, por fazer parte da rotina escolar há tanto tempo, tornou-se algo inquestionável e tem sido muito pouco pensada e discutida”
“Tem lição?”, perguntam pais e mães assim que encontram seus filhos após o horário escolar. “Tem”, responde o filho, para satisfação da maioria dos pais, que acreditam nos benefícios da lição de casa. No entanto, esta mesma “mocinha” do aprendizado escolar pode ser assumir o papel de vilã, segundo especialistas.

“O grande problema é que a lição de casa, por fazer parte da rotina escolar há tanto tempo, tornou-se algo inquestionável e tem sido muito pouco pensada e discutida”, diz Heloisa Padilha, educadora e psicopedagoga. Isso, segundo ela, não permitiu que esta prática fosse analisada no contexto atual, com novas tecnologias, mudança nas rotinas e estruturas familiares, etc.

Os críticos apontam que a lição de casa, tal como é trabalhada na maioria das escolas, é pensada considerando um aluno ideal, que encontrará em casa as mais perfeitas condições para realizar as atividades propostas. “Existem crianças que vivem em uma casa onde moram outras famílias num espaço de quarto e cozinha. Não tem nenhuma mesa disponível para fazer a lição e isso não é levado em conta pelos professores”, diz Fátima Regina Pires de Assis, professora do curso de Psicologia da PUC-SP.

Veja por quais “crimes potenciais” a lição de casa pode ser acusada:

© Colégio Objetivo Júnior Pirassununga- 2014

10 Flares Twitter 3 Facebook 7 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Email -- Filament.io 10 Flares ×